Pernambuco celebra o encerramento da sua participação na maior competição estudantil do país, os Jogos da Juventude, organizados pelo Comitê Olímpico do Brasil, com um total de 27 medalhas conquistadas. Este feito inclui 9 medalhas de ouro, 9 de prata e 8 de bronze.

Ao longo da competição, 163 atletas de Pernambuco representaram com distinção a sua terra natal. O destaque do dia foi para o handebol, com a conquista do ouro e o acesso à primeira divisão no masculino, bem como a medalha de prata no feminino, que disputa a série ouro.

A equipe de handebol feminino chegou invicta à final, buscando o quarto título consecutivo na competição. No entanto, a partida contra a equipe do Rio de Janeiro foi bastante equilibrada. As pernambucanas mantiveram-se na liderança durante todo jogo, mas a equipe carioca conseguiu marcar o gol da virada a apenas 22 segundos do fim, ficando com o título.

O handebol masculino também brilhou ao chegar invicto à final da segunda divisão. Com três vitórias na fase de grupos sobre as equipes do Amazonas, Espírito Santo e Tocantins, eles continuaram a impressionar na semifinal, vencendo o Mato Grosso do Sul por 23 x 20. Na final, superaram mais uma vez a equipe do Espírito Santo com um placar de 13 a 10, garantindo o ouro e o acesso à primeira divisão para as disputas dos Jogos da Juventude em 2024.

A natação também deixou a sua marca nesta terceira fase, com os atletas masculinos conquistando quatro medalhas. Davi Abreu ganhou o ouro nos 50 metros livre com um tempo de 23”53 e a prata nos 100 metros com 52”07. Além disso, Edmir Nicácio conquistou a prata nos 200 metros livre com o tempo de 1’56”01, e a equipe de revezamento 4×50 metros livre, composta por Davi Abreu, Edmir Nicácio, Saulo Malta e Leon Machado, conquistou o ouro com 1’37”86.

No basquete feminino, Pernambuco lutou pela medalha de bronze, mas perdeu por apenas três pontos para Santa Catarina, com um placar final de 34 a 37, terminando em quarto lugar. Enquanto isso, o basquete masculino enfrentou desafios nas classificatórias, perdendo para Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Rio de Janeiro. No entanto, na repescagem, a equipe conquistou vitórias contra o Paraná e o Mato Grosso, garantindo o quinto lugar e a permanência na primeira divisão.

Na modalidade de águas abertas, que estreou nos Jogos da Juventude deste ano, Edmir Nicácio e Sabrina Santos representaram Pernambuco. Nicácio terminou em nono lugar no masculino, enquanto Sabrina Santos ficou em décimo primeiro lugar no feminino. A dupla também participou do revezamento misto, finalizando a prova em décimo terceiro lugar.

As conquistas de Pernambuco nos Jogos da Juventude 2023 somam 9 medalhas de ouro, 9 de prata e 8 de bronze, distribuídas em várias modalidades, incluindo ginástica, taekwondo, ciclismo, atletismo, triatlo, vôlei, natação, handebol, judô e wrestling.

Os Jogos da Juventude tiveram início em 31 de agosto e se estenderam por 17 dias, com 18 modalidades olímpicas em competição. Mais de 4500 alunos-atletas de todos os estados brasileiros participaram desta competição, realizada na cidade de Ribeirão Preto, São Paulo. Pernambuco demonstrou mais uma vez o seu comprometimento com o esporte e o talento de seus jovens atletas, deixando uma marca indelével nos Jogos da Juventude de 2023. Fotos handebol: LUIZA MORAES / COB águas abertas: Beto Noval / COB Fotos basquete: Beto Noval / COB

MEDALHAS CONQUISTADAS NOS JOGOS DA JUVENTUDE 2023:
 
9 ouro (3 ginástica, 1 taekwondo, 1 ciclismo, 1 atletismo, 2 natação, 1 hand. mas.)
9 prata (2 ginástica, 1 ciclismo, 1 atletismo, 1 triatlo, 1 volei fem, 2 natação, 1hand. fem.)
8 bronze (1 ginástica, 1 ciclismo, 2 triatlo, 2 wrestling, 1judô, 1 vôlei mas.)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *