Depois de uma pausa de três anos em razão da pandemia, o Música em Trancoso – MET acaba de confirmar a realização de sua 9ª edição, em março. Com um novo formato, retorna renovado, produzido pelo próprio Teatro L’Occitane e realizado por seu braço filantrópico, o Instituto Terravista.

A edição de 2023 terá quatro dias de atividades, de 15 a 18 de março, com destaque para artistas e músicos brasileiros, em sua estreia no Festival e no Teatro: a Orquestra Sinfônica da Bahia – OSBA, nos dias 15 e 17/3; Alcione, no dia 16; e Marisa Monte encerra a programação, no dia 18. 

A música clássica permanece como um dos pilares do festival e vem representada pela Orquestra Sinfônica da Bahia – OSBA, que já se apresentou com grandes nomes da MPB e da cena erudita, com uma formação de 70 músicos. Além das apresentações no Teatro L’Occitane, palco do Festival, com capacidade para mais de mil pessoas, a OSBA realizará matinê gratuita para moradores locais e visitantes, na Praça do Bosque. Músicos da orquestra também irão promover masterclasses, nas salas do teatro, e aulas de iniciação musical, nas escolas públicas, em continuidade às ações socioeducativas.    

 “O Música em Trancoso apresenta um novo formato com o propósito de valorizar a música popular brasileira. Com certeza essa revitalização atrairá novos públicos, além dos já cativos, que ficarão encantados com a festa musical que estamos preparando para 2023”, diz Reinold Geiger, presidente do Teatro L’Occitane. “Queremos atrair novos patrocinadores e parceiros para apoio aos eventos anuais, transformando o Teatro em um espaço sustentável e permanente de cultura e ações socioeducativas, voltadas, principalmente, para a comunidade local”.

Para Sara Bittencourt, gerente de marketing do MET, a realização do festival entre o Carnaval e a Páscoa estende a alta temporada na região, movimentando o setor de turismo, com seus serviços, pousadas, restaurantes e lojas. “É efetivamente um estímulo econômico muito importante para a comunidade”.

Os ingressos serão colocados à venda a partir de fevereiro, com preços especiais para os moradores da região de Trancoso. A organização já abriu cotas de patrocínio para investidores. Mais informações podem ser solicitadas pelo e-mail [email protected]br.

Sobre o Música em Trancoso

Idealizado para se tornar um instrumento de evolução social, cultural e econômico do Sul da Bahia, o Música em Trancoso faz parte do calendário nacional de cultura desde 2012. Reúne, em um dos destinos turísticos mais icônicos do país, artistas exponenciais do Brasil e da cena mundial, além de promover atividades socioculturais gratuitas para os moradores da cidade, como concertos ao ar livre, aulas de iniciação musical para crianças de escolas do ensino público e masterclasses com músicos renomados. Em oito edições, foram 64 apresentações, reunindo um público de mais de 70 mil pessoas. A expectativa na retomada do festival é atrair um público pagante de 4.200 pessoas.

Sobre o Teatro L´Occitane 

O Teatro L’Occitane foi projetado inicialmente para ser a sede do Música em Trancoso – MET e receber outros eventos multiculturais durante o ano todo. Inaugurado em 2014, com capacidade para receber um público de mais de mil pessoas, tem dois palcos e duas plateias sobrepostas, do mesmo tamanho e formato, para apresentações ao ar livre e em ambiente fechado. Projetado pelo arquiteto luxemburguês François Valentiny e financiado 100% por Reinold Geiger, tornou-se um complexo arquitetônico único, por sua beleza e funcionalidade, em meio à natureza exuberante da região. Sob nova direção, o Teatro L’Occitane atualmente é gerido por três mulheres: Letícia Maciel, Administrativo-financeiro, Isabel Arruga, Produção, e Sara Bittencourt, Marketing; as três tem o compromisso e o objetivo de promover mais eventos culturais para Trancoso e ocupar o Teatro durante o ano todo.