Temporada de lagostas: conheça locais para degustar a rainha do mar

Restaurantes Chiwake, Chicama, Beijupirá e Reserva apostam em pratos com a iguaria

Ela é um dos frutos do mar que mais fascinam as pessoas. Imponente, rara e muito saborosa, a lagosta hoje possui grande importância econômica e é considerada um alimento de luxo. Isso porque o crustáceo, também chamado de “rainha do mar”, não está disponível em todas as épocas do ano. Na temporada de dezembro a maio, a pesca da lagosta é proibida pelo IBAMA para proteger o período de reprodução.

Quando acaba o período de defeso, de junho ao final de novembro a pesca e consumo voltam a ser liberados, tornando-se assim a época ideal para degustá-la respeitando o meio ambiente. Com isso, a procura pela iguaria aumenta nos restaurantes. Salteada, grelhada ou cozida, a lagosta aparece em vários pratos de culinárias distintas.

No restaurante peruano Chiwake, do chef Biba Fernandes, as opções são o “Machu Pichu” (espaguete ao molho huancaina, lagosta e camarões) e o “Madre de Dios” – um dos pratos mais pedidos da casa –, composto por Arroz de camarões e aspargos frescos com lagosta puxada na manteiga de mostarda. Os dois custam R$85.

Machu Pichu
Foto: Luiz-Fabiano

Já no Chicama, o crustáceo aparece com destaque no “La Mina” (Lagosta grelhada em salsa de shitake com arroz cremoso de aspargos frescos, camarões e ají) e no “Pichu Pichu” (Lagosta grelhada em salsa huancaina sob espaguete). Também há opções que misturam outros frutos do mar, como peixe, lula e polvo, a exemplo da “Moqueca de Frutos do Mar”. Aos sábados, o chef Biba Fernandes também serve um especial: Parrila de lagosta, composto por lagostas frescas marinadas e grelhadas em churrasqueira de carvão com molho chimichurri de ervas e manteiga de garrafa.

La Mina Chicama
Foto: divulgação

O restaurante Beijupirá, do Empório Gourmet Reserva do Paiva, também oferece variados pratos à base de lagosta. Entre as opções, Lagosta dos Carneiros (lagosta grelhada, regada ao molho de gorgonzola, acompanha arroz de goiaba com pedaços de bacon crocante), Lagosta Tropical (lagosta flambada no whisky com cubos de abacaxi no molho bechamel. Acompanha arroz de castanha de caju) e Gratinado de Lagosta (Cubos de lagosta grelhada imersas em molho branco com queijo prima donna maçaricado, acompanha torradas). Os pratos custam a partir de R$74,90.

Lagosta Tropical Beijupirá
Foto: Divulgação

Já no restaurante Reserva, do Sheraton Reserva do Paiva, comandado pelo chef Fernando Fonseca, a opção é o prato de lagosta com palmito, iogurte, maracujá e castanha tostada.

Lagosta Metida
Foto: Divulgação

Serviço:

Beijupirá Empório Gourmet Reserva do Paiva
Endereço: Avenida A, n.4616. quadra G1, Lote 1ª, Reserva do Paiva, Cabo de Santo Agostinho. Telefone: (81) 3102.1062 / 99783.4657

Chiwake Cozinha Peruana
Endereço: Rua da Hora, 820, Espinheiro, Recife. Telefone: (81) 3221.1606

Chicama Cozinha Peruana
Endereço: Av. Eng. José Estelita, s/n, Cabanga, Recife. Telefone: (81) 99185.4177

Restaurante Reserva – Sheraton Reserva do Paiva
Endereço: Avenida A, 4, Reserva do Paiva, Cabo de Santo Agostinho. Telefone: (81) 3312-2000.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *