qui. nov 15th, 2018

Recifest abre inscrições gratuitas para oficinas audiovisuais

Já estão abertas as inscrições para as oficinas audiovisuais que serão realizadas, gratuitamente, dentro da programação da 6ª edição do Recifest, Festival de Cinema de Diversidade Sexual e de Gênero promovido pela Panela Produções Artísticas e Casa de Cinema. As oficinas “O que faz um filme queer?”, do pesquisador Henrique Rodrigues, e “Documentando”, do cineasta Marlom Meirelles, acontecem a partir do dia 20 de novembro, simultaneamente à mostra competitiva do festival, e entre 27 e 29 no mesmo mês, em Nazaré da Mata.

Podem participar dos cursos qualquer pessoa, maior de 16 anos, que tenha interesse em produções audiovisuais. As inscrições devem ser realizadas, exclusivamente, através do site do Recifest, http://recifest.com/inscricoes/, até o dia 15 de novembro, próxima quinta-feira. As vagas são limitadas! Apenas 20 por oficina.

No curso “O que faz um filme queer?”, Henrique Rodrigues aborda a teoria queer, nascida em meios às discussões feministas e LGBT dos anos 80 e disseminada por diversas áreas do conhecimento, como em estudos culturais e em teorias literárias. Ainda nos anos 80, no final da década, os estudos chegaram também ao cinema com o surgimento do movimento New Queer. Assim, a ideia da oficina é falar sobre o que define uma produção desse segmento, abordando as diferença entre os filmes queer e os com temática LGBT.

A prática acontece através da discussão de cenas de filmes. Na programação, debates sobre as principais questões do queer no cinema e estímulo à produção de análises e críticas aos curtas exibidos durante o Recifest.

A oficina acontece entre os dias 21 e 23, das 13h30 às 17h, no Espaço Pasárgada.

Já a Documentando, que tem como ministrante o cineasta Marlom Meirelles, diretor da Eixo Audiovisual e professor de projetos de iniciação em cinema, oferece aos participantes a chance de; por meio da análise de obras de diferentes cinematografias, de reflexões teóricas e exercícios práticos; estimular o olhar do aluno para a leitura e realização de obras documentais. “Nosso objetivo é dar uma base de conhecimento sobre o desenvolvimento do documentário na história do cinema. A oficina desperta essa consciência de que o cinema é um instrumento de construção da realidade”, explica Marlom, ressaltando que o curso passa ainda pelas possibilidades de abordagem no cinema e pelas diferentes narrativas, dispositivos e processos de trabalho utilizados em produções audiovisuais. No final da oficina, os alunos realizarão um documentário digital.

As aulas do Documentando acontecem entre 20 e 23 de novembro, das 8h30 às 12h30, na ONG Gestos – Soropositividade, Comunicação e Gênero.

A oficina também será ministrada em Nazaré da Mata, entre 27 e 29 de novembro, das 8h30 às 12h30, no Amunam – Associação de Mulheres de Nazaré da Mata.

 

Serviço – Oficinas gratuitas do Recifest

Inscrições até 15 de novembro: http://recifest.com/inscricoes/,

O que faz um filme queer?

 

Professor: Henrique Rodrigues

Onde: Espaço Pasárgada (Endereço: R. da união, 263 – Boa Vista)

Quando: 21 a 23 de novembro
Horário: 13h30 às 17h00

Gratuita

Documentando

Crédito: Divulgção.

Professor: Marlom Meirelles

Marlom Meirelles. Divulgação

Recife

 Onde: Gestos Soropositividade Comunicação e Gênero (Endereço: R. dos Médicis, 68 – Boa Vista)
Quando: 20 a 23/11/2018
Horário: 08:30 às 12:30
Onde: Gestos Soropositividade Comunicação e Gênero (Endereço: R. dos Médicis, 68 – Boa Vista)

 

Nazaré da Mata

 Onde: Amunam – Associação de Mulheres de Nazaré da Mata (Endereço: R. Bernardino Líra, 36 – Nazaré da Mata)
Quando: 27 a 29/11/2018
Horário: 08:30 às 12:30
Onde: Amunam – Associação de Mulheres de Nazaré da Mata (Endereço: R. Bernardino Líra, 36 – Nazaré da Mata).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *