Já se passaram 134 anos da assinatura da Lei Áurea e o trabalho escravo continua sendo praticado no Brasil. Com o intuito de alertar a população sobre este fato, será realizado na próxima sexta-feira, dia 13 de maio, um tuitaço pelo fim desta atividade criminosa, organizado pela produção do longa “Pureza”, de Renato Barbieri, que estreia dia 19 de maio, e trata deste tema. Para participar, basta compartilhar seu post nas mídias sociais no dia 13 às 13h, com as hashtags #NaoAoTrabalhoEscravo e #SomosTodosPureza.
 

A convocação para o tuitaço conta com o apoio de 85 entidades abolicionistas engajadas no combate ao trabalho escravo. Também já confirmaram a participação personalidades como a atriz Dira Paes, protagonista de “Pureza”, e Leonardo Sakamoto, da Repórter Brasil, apoiadora do filme desde a primeira hora, entre outros.
 

Vencedor de 28 prêmios nacionais e internacionais, o longa “Pureza” é inspirado na história real de Dona Pureza Lopes Loyola, uma mãe brasileira que luta para livrar seu filho do trabalho escravo no país e se torna símbolo desta causa no mundo inteiro, sendo agraciada em 1997, em Londres, com o Prêmio Antiescravidão, conferido pela organização não-governamental britânica Anti-Slavery International, a mais antiga organização abolicionista em atividade.


Sinopse:

No interior do Maranhão, Dona Pureza trabalha fabricando tijolos ao lado de seu filho Abel. Em busca de uma vida melhor, o rapaz decide tentar a sorte nos garimpos da Amazônia. Quando fica meses sem receber notícias do filho, Pureza inicia uma jornada incansável para descobrir o seu paradeiro.

Na busca por Abel, Pureza percorre cidades, se embrenha em fazendas e descobre um cruel sistema de aliciamento e cárcere de trabalhadores rurais. Ela testemunha o tratamento brutal dispensado aos trabalhadores.

Com muita coragem, ela consegue escapar da fazenda e decide denunciar os fatos às autoridades Federais. Sem credibilidade, e lutando contra um sistema forte e perverso, Pureza retorna à fazenda para registrar provas e pressionar o governo — sem nunca perder de vista a busca por seu filho Abel.

Inspirado na história real de Pureza Lopes Loyola, cuja luta inspirou a criação do Grupo Especial de Fiscalização Móvel, a primeira ação na História do Brasil destinada a combater o trabalho escravo em todo o território nacional.

Elenco

Dira Paes

Matheus Abreu

Flávio Bauraqui

Mariana Nunes

Sérgio Sartório

Claudio Barros

Alberto Silva Neto

Jefferson Mendes

Guto Galvão

Gregório Benevides

João Gott

Enoque Marinho

Goretti Ribeiro

Paulo Marat

Felipe Lima

Andrade Junior

Roger Paes

Marta Ferreira

Amanda Perdigão

Zuhmar de Nazaré

Equipe

Direção: Renato Barbieri

Produção: Marcus Ligocki Jr

Roteiro: Renato Barbieri, Marcus Ligocki Jr

Ideia Original: Hugo Santarém

Fotografia: Felipe Reinheimer

Montagem: Marcelo Moraes, EDT

Música: Kevin Riepl

Direção de Arte: Zé Luca

Som Direto: Zezé D’Alice

Supervisão de pós-produção: José Augusto de Blasiis

Desenho de Som: Caetano Cotrim De Blasiis, Eric Ribeiro Christani

Mixagem: Lucas Meyer, A.S.A.

Figurino: Inês Salgado

Desenho de Maquiagem: Martín Macias Trujillo

Maquiagem: Mari Pin

Direção de Produção: Mariangela Furtado

Produção de Locação: Johnny Catrolli (Marabá), Fernando Toledo (Brasília)

Produção de Elenco: Ciça Castello

Produtor Associado: Affonso Beato

Produção Executiva: Marcus Ligocki Jr., Renato Barbieri, Paulo Morelli e Marcelo Goedert

Empresas Produtoras: Gaya Filmes, Ligocki Entretenimento

Sobre o diretor – Renato Barbieri

Com uma vasta carreira de documentarista, sempre atento às questões sociais e culturais de nosso tempo, Renato Barbieri é diretor há 40 anos. 

Estreou na direção em 1983, como integrante da produtora paulista Olhar Eletrônico, ao lado de Fernando Meirelles, Paulo Morelli, Dario Vizeu, Marcelo Machado e Marcelo Tas, entre outros. Na Olhar, dirigiu quase duas centenas de matérias especiais para a TV e realizou os premiados curtas Do Outro Lado da Sua Casa (1985), Duvideo (1987) e Expiação (1989).

Em 1992, fundou a produtora GAYA Filmes e realizou filmes de repercussão nacional e internacional, com destaque para Atlântico Negro — Na Rota dos Orixás (1998), A Invenção de Brasília (2001), Malagrida (2001), Terra de Quilombo — Espaços de Liberdade (2002), A Liga da Língua (2003), As Vidas de Maria (2005), Cidades Inventadas (2010), A Revolta dos Cabanos (2014), Guerra da Independência na Bahia (2015), Cora Coralina — Todas as Vidas (2016), Brasil Migrante (2017), Consciência ao Cubo (2019), Libertários (2021), Servidão (2022) e Pureza (2022).

Sobre Marcus Ligocki Jr. – Produtor

Marcus Ligocki Jr. é diretor, produtor e roteirista. Em sua carreira, produziu longas metragens, premiados nacional e internacionalmente: “As Vidas de Maria” e “Félix Varela”, de Renato Barbieri; “Rock Brasília — Era de Ouro”, de Vladimir Carvalho; “O Último Cine Drive-In”, de Iberê Carvalho; “Candango — Memórias do Festival”, de Lino Meireles; e “Uma Loucura de Mulher”, no qual também assina a direção. “Pureza” é seu sétimo longa-metragem como produtor.

Em paralelo, Ligocki tem uma vasta atuação no setor audiovisual brasileiro. Ele coordenou a criação do curso de graduação em Cinema e Mídias Digitais do IESB, em Brasília. Foi consultor Sênior das duas edições do projeto “Brasília Cinematográfica” do Ministério do Turismo. Foi conselheiro da incubadora de empresas culturais do CDT — UnB, membro do Comitê Gestor do FSA — Fundo Setorial do Audiovisual, membro da Câmara Técnica da ANCINE e consultor de mercado da diretoria da CONNE — Conexão Audiovisual Centro-Oeste, Norte e Nordeste. Também foi diretor da APROCINE – Associação dos Produtores e Realizadores de Longas Metragens do Distrito Federal; representante regional da BRAVI – Associação Brasileira de Produtores Independentes de TV; e curador do 52º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro.

Sobre a Gaya – Produtora

A GAYA Filmes, sediada em Brasília/DF, foi fundada em 1992 pelo cineasta Renato Barbieri com a missão de realizar conteúdo audiovisual de relevância social, ambiental e cultural com qualidade de excelência. 

Buscando histórias inspiradoras e abordando temas sensíveis e urgentes, a GAYA Filmes realiza longas e séries “de impacto” com olhar afiado para o nosso tempo.

Nossas obras integram pesquisa científica e artística, com hibridismos entre o documentário, a ficção e a animação, e mesclam o histórico com o contemporâneo, de forma a instigar os sentidos, ampliar a consciência e gerar emoção.

A GAYA Filmes realizou mais de 60 títulos de relevância, com destaque para os longas Pureza, Servidão, Ventos que Sopram Pará, Ventos que Sopram Maranhão, Sagrado Segredo, As Vidas de Maria e Atlântico Negro – na Rota dos Orixás, e para as séries Libertários, Consciência ao Cubo, Lendas Animadas e A Revolta dos Cabanos.

Sobre a Ligocki Entretenimento – Produtora

A Ligocki Entretenimento, empresa produtora sediada em Brasília-DF, ao longo dos seus 20 anos de existência, realizou 7 filmes de longa metragem de grande relevância, com destaque dentro e fora do Brasil.

Fundada pelo cineasta Marcus Ligocki Jr com o propósito de realizar filmes para o mercado global, seus trabalhos são marcados por inovações no modelo de produção, pela ampla integração entre profissionais de diferentes estados e países, e pela inserção de talentos de fora do eixo Rio-São Paulo nas principais janelas de exibição.

Entre suas obras de maior destaque estão: “Mauricio de Sousa” realizada em coprodução com a HBO e dirigida por Renato Barbieri, “Rock Brasília — Era de Ouro” dirigida por Vladimir Carvalho, “O Último Cine Drive-In” dirigida por Iberê Carvalho e “Uma Loucura de Mulher” dirigida por Marcus Ligocki Jr.

Fruto de uma coprodução entre a Ligocki Entretenimento e a Gaya Filmes, o filme “Pureza” inaugura um novo modelo de produção para filmes de impacto no Brasil, associando uma causa social urgente ao universo do entretenimento com alto valor de produção. Protagonizado por Dira Paes, dirigido por Renato Barbieri e produzido por Marcus Ligocki Jr., será lançado no dia 28 de abril.

Sobre a Downtown Filmes – Distribuidora

Fundada em 2006, a Downtown Filmes é a única distribuidora dedicada exclusivamente ao cinema brasileiro. Desde 2011, ocupa a posição de distribuidora número 1 no ranking de filmes nacionais. De 2006 até hoje, vendeu mais de 50% de todos os ingressos de filmes brasileiros lançados.

A Downtown já lançou mais de 150 longas nacionais, que acumulam mais de 160 milhões de ingressos vendidos. Entre os maiores sucessos da distribuidora estão “Turma da Mônica — Laços” e “Turma da Mônica — Lições” ; “Minha Mãe É Uma Peça 1, 2 e 3”, estrelados por Paulo Gustavo; “De Pernas Pro Ar 1 e 2”, e “Loucas Pra Casar”, com Ingrid Guimarães; “Chico Xavier”, “Elis”; “Fala Sério, Mãe!” com Ingrid Guimarães e Larissa Manoela; “Os Farofeiros” com Maurício Manfrini e Cacau Protásio; “Minha Vida em Marte” com Paulo Gustavo e Mônica Martelli, “Cine Holliúdy 1 e 2” e “Simonal”, entre muitos outros.

Sobre a Paris Filmes – Distribuidora

A Paris Filmes é uma empresa brasileira que atua no mercado de distribuição de filmes no Brasil e na América Latina, destacando-se pela alta qualidade cinematográfica. Além de ter distribuído grandes sucessos mundiais como “Crepúsculo”, “Jogos Vorazes”, “La La Land — Cantando Estações”, “A Cabana” e “Extraordinário”. A distribuidora também possui em sua carteira os maiores sucessos do cinema nacional, como “De Pernas Pro Ar”, “Até Que a Sorte nos Separe”, “DPA — O Filme”, “Marighella” e “Turma da Mônica”. Para os próximos lançamentos, a empresa aposta em um line-up diversificado, com “Detetives do Prédio Azul 3”, e as sequências de “John Wick”, “Jogos Vorazes” e “Extraordinário 2”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.