Pernambuco Tem Tribos Indígenas

No estado de Pernambuco contém dez povos Indígenas, distribuindo entre os municípios de Águas Belas, Pesqueira, Buíque, Cabrobó, Inajá, Petrolândia, Jatobá, Tacaratu, Floresta e Carnaubeira da Penha, cuja população soma num total de aproximadamente 25.720 Índios.

Apesar do contato de mais de cinco séculos com sociedade não Indígena, ainda se conserva traços marcantes, de sua cultura e manifestação religiosa, de origem que os diferencia, sobremaneira da sociedade dos demais povos indígenas do Estado de Pernambuco, que são:

ATIKUM

Índios da tribo Atikum de Salgueiro em suas vestes em coroá, prontos para o arco e flecha (Foto: Divulgação / Prefeitura Municipal de Salgueiro)

Esses índios ocupam uma área de 16 mil hectares no município de Carnaubeira da Penha, vivem da agricultura de subsistência.

FULNI-Ô

Também conhecidos como Carnijó ou Carijó, vivem do artesanato e agricultura de subsistência no município de Águas Belas. Conservam o idioma Yathê e alguns rituais como o Ouricuri.


KAMBIWÁ

Reprodução Internet

O grupo ocupa uma área de 27 mil hectares de terra entre os municípios de Ibimirim, Inajá e Floresta, desenvolvendo agricultura de subsistência.

KAPINAWÁ

Reprodução Internet

Vivem na região da Serra do Ororubá, município de Pesqueira, conservam algumas festas religiosas como a de Nossa Senhora da Montanha e praticam a agricultura de subsistência.

PANKARARU

Reprodução Internet

Seus remanescentes estão distribuídos em 14 mil hectares de terra entre os municípios de Tacaratu, Jatobá e Petrolândia, conservando algumas de suas festas tradicionais como a Festa do Menino do Rancho e o Flechamento do Umbu.

PIPIPÃ

Crédito: floresta-online.blogspot.com

Esses índios viviam nas caatingas entre os vales dos rios Moxotó e Pajeú e foram praticamente dizimados em meados do século XVIII. Atualmente, existe m pequeno grupo de remanescentes no município de Floresta, na região do Rio São Francisco.

TRUKÁ

Crédito: Chico Porto/JC Imagem

Grupo de remanescentes indígenas que vivem da agricultura no município de Cabrobó.


TUXÁ

Crédito: maispe.blogspot.com

Grupo de 41 índios assentados em um acampamento da Chesf, no município de Inajá, depois que suas terras foram inundadas pelo lago da hidrelétrica de Itaparica.

XUCURU

Reprodução Internet

os índios marcados para morrer, os remanescentes do grupo indígena Xucuru vivem na área da Serra do Ororubá, a seis quilômetros da cidade de Pesqueira, no Agreste do Estado. Os grupos familiares ocupam 18 aldeias, sendo a de Canabrava o núcleo mais habitado. É também em Canabrava onde são encontrados vestígios marcantes dos traços culturais dos índios cuja presença na região vem desde a época da colonização portuguesa.

O Estado de Pernambuco, hoje é considerado o 4º maior estado, em população indígenas do país, só perdendo para a Amazonas, Mato Grosso e Pará. A maioria dos grupos indígenas de Pernambuco, tem o mesmo ritmo, só havendo alguns mudanças nas melodias, que imitem palavras de suas línguas matérias.

Fonte: https://www.ufpe.br/nepe/povosindigenas/
http://ocasopernambucoimortal.blogspot.com.br/2011/04/as-tribos-de-pernambuco.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *