Confira as orientações de uma especialista no assunto alimentação e aproveite o feriado mais doce do ano sem excessos

O feriado da Semana Santa é na Sexta-feira da Paixão, mas as celebrações costumam começar antes mesmo disso e se estender alguns dias depois. Durante todo o final de semana, muitas famílias aproveitam para se reunir com muita comida, terminando no Domingo de Páscoa, com ovos de chocolate. Ou seja, a probabilidade de exagerar é alta devido às tentações gastronômicas que estão por todos os lados. No entanto, para não enfiar o pé na jaca e depois se arrepender dos excessos cometidos, é possível fazer pequenas mudanças que podem ser significativas. Para entender, conversamos com a nutricionista esportiva Milena Santana, que deu algumas dicas.  

Embora a maioria dos alimentos da Semana Santa seja saudável, como peixes, crustáceos, e saladas, sempre há aquela torta salgada que costuma ter uma grande quantidade de creme de leite e queijo, quebrando o valor nutricional dos primeiros itens. Além disso, os pernambucanos costumam preparar receitas com coco, consideradas “pesadas” para a digestão. Para Milena Santana, o ideal é encontrar equilíbrio na hora de montar seu prato. “O segredo é colocar uma quantidade pequena e não repetir o almoço ou o jantar”, pontuou. “Por exemplo, se optar por batata, dispense o arroz ou a massa. Escolha apenas uma opção para que seja sua fonte de carboidratos, assim a sua refeição será balanceada. Investir em acompanhamentos como legumes cozidos ou grelhados também é uma boa opção, pois se ganha em nutrientes e economiza calorias”, continuou.

O vinho geralmente é a bebida escolhida – por tradição – para acompanhar o almoço. Neste caso, a nutricionista esportiva explicou que uma taça é o suficiente para curtir seu sabor e harmonizar com as comidas. Outra dica é escolher um suco de fruta natural ou refrigerante light. Para a sobremesa, vale apostar nas frutas: laranja, maçã ou pera são boas opções. “Elas ajudam a diminuir a absorção da gordura no organismo”, detalhou Milena.

DOMINGO DE PÁSCOA – A não ser que você não goste de doces é difícil resistir ao chocolate no Domingo de Páscoa. De acordo com Milena Santana, não é preciso abrir mão desse prazer. O segredo, mais uma vez, é o equilíbrio. “Coma aos pouquinhos! Não tem porque comer todo de uma vez. Você pode abrir o ovo de páscoa e parti-lo em pequenos pedaços para ir comendo ao longo da semana”, aconselhou. Outra sugestão é escolher os mais saudáveis. “Prefira chocolate com 60% a 70% de cacau, que contém menos gordura, e atuam na saúde do coração”. Outra dica de ouro é comer o chocolate após a refeição. “Ingerir o doce com o estômago vazio não é bom, pois a absorção de gordura e açúcares é muito maior em jejum”, disse a nutricionista. “Evite comer chocolate à noite, pois vai causar mais prejuízo para sua saúde e ainda aumenta seu peso”, completou. 

DEPOIS DA PÁSCOA – Se mesmo com essas dicas você não conseguiu se controlar, agora é hora de voltar à rotina de sempre. Para isso, invista em porções reduzidas de proteína e sirva com verduras, legumes, saladas e frutas. Além da alimentação saudável, Milena Santana lembra que não é hora de ficar parado, o momento é ideal para se movimentar para compensar a comilança: “Mantenha a atividade física diária. Neste caso, vale até trocar o elevador pela escada, fazer caminhadas diárias, andar de bicicleta, ou até mesmo treinar ainda mais na academia”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *