Paço do Frevo atinge a marca de 500 mil visitas

Número foi celebrado com festa e prêmios para a estudante Carla Oliveira, que foi ao museu pela primeira vez na tarde de hoje e cruzou a linha de meio milhão de atendimentos

O frevo confirmou na tarde de hoje sua vocação para reunir multidões. Por volta das 14h30, o Paço do Frevo, equipamento de salvaguarda do gênero musical que conta os primeiros capítulos da história do país, atingiu a marca de 500 mil visitas registradas, desde a inauguração do equipamento, em fevereiro de 2014.

Ao entrar no museu, a estudante Carla Oliveira, 26 anos, entrou também para a história, cruzando a impressionante marca de meio milhão de visitantes atendidos pelo equipamento. Carla foi recebida com festa e vários presentes. Ganhou passe livre para voltar quantas vezes quiser ao museu por um ano, ecobag e kit do Paço do Frevo com voucher para o Malakoff Café e a Me Poupe Loja Colaborativa.

 

Foto: Luiz Henrique Santos/Paço do Frevo

 

A comemoração vai continuar em outubro, quando a rua em que Carla mora receberá uma edição especial do Arrastão do Frevo. “Nunca tinha visitado o Paço antes. Ouvia falar, mas nunca imaginei que pudesse ser tão maravilhoso. Foi minha primeira vez e já foi tão importante.”

“Que venham outros 500 mil e muitos visitantes mais! A história do frevo merece ser contada, preservada e renovada, com toda a força e alegria que o Paço do Frevo dedica à cultura de Pernambuco e do Brasil inteiro”, disse o presidente da Fundação de Cultura Cidade do Recife, Diego Rocha, que recebeu e cumprimentou Carla, junto com o gerente do Paço, Eduardo Sarmento.

Centro de referência de ações, projetos e atividades de documentação, transmissão e valorização do frevo, Patrimônio Imaterial da Humanidade reconhecido pela Unesco, o Paço do Frevo é uma iniciativa da Prefeitura do Recife, com realização da Fundação Roberto Marinho e gestão do Instituto de Desenvolvimento e Gestão (IDG).

 

Foto: Luiz Henrique Santos/Paço do Frevo

 

Desde o dia 9 de fevereiro de 2014, quando foi inaugurado, o museu já realizou mais de 84 mil visitas guiadas, recebeu 451 atrações culturais, 104 eventos dentro da programação da Quinta no Paço e do Sábado no Paço, 42 Arrastões do Frevo, 14 rodas de frevo, 7 conexões do frevo e mais 148 outras atividades.

Entre tantas ações sistemáticas, destaca-se a Hora do Frevo, atividade gratuita realizada às sextas-feiras, sempre na hora do almoço, que incentiva novas leituras instrumentais, clássicas, contemporâneas e autorais do frevo, que já teve 141 edições realizadas e foi contemplada com o prêmio Funarte de programação continuada para a Música Popular. Em 2017, o Paço do Frevo foi reconhecido também como Centro de Referência em Representação, Ações, Projetos, Manifestação e Salvaguarda pelo Iphan. E tudo isso é só o começo.

You May Also Like