Fada Magrinha prepara novidades para o mês das crianças

Na programação, show na Casa Natura Musical em São Paulo, shows em Recife, lançamento do site do projeto e disponibilização das músicas nas plataformas digitais de streaming.

Alfaia e baqueta de condão, fantasia, músicas e muita diversão. É assim que a Fada Magrinha, a percussionista e cantora Lulu Araújo, se prepara para a programação especial de outubro, mês oficial das crianças. Na agenda, shows em Recife, Garanhuns e São Paulo. Lulu aproveita o momento para lançar o site do projeto e disponibilizar o primeiro CD da banda, lançado em 2013, nas plataformas digitais de streaming (Spotify, Deezer, Apple Music e Google Play Music), ainda em outubro.

No Dia das Crianças, 12 de outubro, a criançada de Recife e Olinda vai poder conferir de perto toda a magia da Fada Magrinha no show do Projeto Infância Cidadã, às 16h, no Shopping Patteo Olinda. A Fada Magrinha apresenta o repertório do seu primeiro CD, composto por músicas autorais, além de canções tradicionais brasileiras.

Com o objetivo de levar a música e a cultura pernambucana a crianças de todo o Brasil, a Fada Magrinha alça voo para São Paulo com apresentação para lá de especial na Casa Natura Musical, um dos locais mais importantes para a nova música brasileira, dia 14 de outubro.

Além de todo o encanto da Fada Magrinha, o público que for conferir a apresentação de São Paulo vai poder curtir as participações especiais de Hélio Ziskind, um dos maiores compositores para crianças no país, com músicas para programas como Castelo Rá-tim-bum, X-Tudo e Cocoricó; e Karina Buhr, cantora, compositora, poeta, artista plástica e percussionista, expoente da música pernambucana.

No palco, Lulu Araújo na percussão e nos vocais é acompanhada por baixo, bateria e guitarra. A banda faz do show um momento de diversão e aprendizado, interagindo e apresentando ao público por meio de danças e brincadeiras, ritmos brasileiros, jogos musicais, percussão corporal e canções tradicionais infantis.

“O projeto surgiu  da vontade de criar um projeto musical que tivesse um cuidado em envolver o público infantil sem subestimar a inteligência das crianças e que pudesse apresentar nossa cultura.”, conta Lulu, que criou o grupo há sete anos, junto com sua irmã gêmea, Aninha Araújo. Desde então, o grupo leva o sotaque pernambucano por onde passa.

Depois de São Paulo, será a vez da criançada de Garanhuns, no Agreste pernambucano, conferir o show da Fada Magrinha. A apresentação faz parte da 4ª edição do Filig – Festival Internacional de Literatura Infantil de Garanhuns, que movimenta a cidade de 18 a 20 de outubro. A Fada foi escalada para o encerramento do Festival, em duas apresentações, às 11h e às 16h, gratuitas e para toda a família.

SOBRE LULU ARAÚJO

Formada em Arte-Educação e apaixonada por música, Lulu Araújo transformou seus sonhos em realidade ao subir aos palcos acompanhando grandes mestres e posteriormente trilhando seus próprios caminhos. Lulu começou a fazer música em casa, onde ouvia e acompanhava seus ídolos pelas rádios. Dessa experiência, chegou aos palcos estudantis, tendo participado dos estimulantes festivais escolares.

Em 1997, foi convidada pelo músico Erasto Vasconcelos para integrar sua banda, com quem fez seu primeiro show profissional. Foi integrante do Maracatu Estrela Brilhante do Recife um dos mais antigos e tradicionais do estado. De 1998 a 2016, tocou com o mundialmente famoso Naná Vasconcelos integrando projetos como Batucafro, Pernambuco em Canto, Pinipan e Guarda Som. Com ele teve a grande oportunidade de viajar pelo mundo tocando em festivais renomados como Montreux Jazz Festival, na Suíça, e o Jazz à Vienne, na França.

Acompanhou ainda grandes músicos como e Alceu Valença e Maestro Spok. Em 2003 integrou a banda da Cantora Renata Rosa, com quem fez turnê pela, França, Alemanha, Bélgica e Suíça. Em 2004 foi convidada a fazer parte do projeto Chuva em Pó, da banda Belga Think Of One, tendo feito turnê pela Europa e Japão, onde tocou no mundialmente conhecido Fuji Rock Festival.

Começou a ensinar música para crianças em 2016 e se apaixonou pelo universo da arte feita para a infância. Desse encontro, surge a ideia do projeto Fada Magrinha. Desde 2010 que a banda é uma das referências de músicas para crianças em Pernambuco, tendo participado de inúmeros eventos.

Entre 2015 e 2016 fizeram turnê pelo Brasil passando por festivais de referência como no Fil, Festival Internacional de Linguagens, TIC, Festival Internacional de Teatro para Crianças do Ceará. Ainda em 2016, conquistaram novos territórios com a primeira turnê internacional por Portugal e Espanha. Em 2017 foi a vez da Inglaterra.

AGENDA – FADA MAGRINHA

Oficina de Percussão com a Fada Magrinha – 11/10 Compaz Eduardo Campos
Projeto Infância Cidadã – Dia 12/10  às 16h no Shopping Patteo Olinda/RECIFE
Casa Natura Musical -Dia 14/10  às 16:30 part. Hélio Ziskind + Karina Buhr/SP
FILIG – Dia 20/10 às 11h e às 16h / Garanhuns

You May Also Like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *