Embarcações prontas para a histórica 30ª edição da Regata Internacional Recife-Fernando de Noronha

Partida da Refeno 2018 será neste sábado (29), ao meio-dia, do Marco Zero do Recife

A espera acabou! Será neste sábado (29), ao meio-dia, a partida da 30ª edição da Regata Internacional Recife-Fernando de Noronha. Serão 61 embarcações, com um aumento de 25% de inscritos comparado aos últimos anos, na disputa da maior regata oceânica do Brasil e uma das mais tradicionais da América Latina. Todos com o mesmo objetivo: conquistar o Troféu Fita Azul. No total, a Refeno – realizada pelo Cabanga Iate Clube de Pernambuco – contará com mais de 450 tripulantes. 

Veleiros de 12 estados brasileiros, além de embarcações de dois países – Grã-Bretanha e Rússia – estarão na histórica edição da regata de 2018. Pernambuco é o estado com o maior número de participantes, com 16 barcos inscritos. São Paulo vem logo atrás, com 11, seguido por Bahia e Rio de Janeiro, cada um com 10. Completam a lista: Rio Grande do Sul (3), Rio Grande do Norte (2), Alagoas (2), Espírito Santo (1), Maranhão (1), Minas Gerais (1), Paraíba (1), Santa Catarina (1), Grã-Bretanha (1) e Rússia (1).

Os barcos estarão divididos em 12 classes: multicasco (Catamarã A, Catamarã B e Mocra) e monocasco (RGS A, RGS B, RGS C, RGS Geral, ORC, Aberta A, Aberta B, Bico-de-Proa e Aço). O percurso entre o Recife e o Arquipélago de Fernando de Noronha será de 292 milhas náuticas, o equivalente a 545 quilômetros entre céu e mar.

Além da grande quantidade de embarcações e competidores inscritos, a Refeno terá outros motivos para comemorar. A competição marcará também a celebração dos 30 anos de criação do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha, 30 anos da anexação do Arquipélago de Fernando de Noronha ao Estado de Pernambuco e os 100 anos do Porto Organizado do Recife.

“São várias datas importantes para celebrar e a Refeno contempla tudo isso. Este ano será muito especial. A Regata Recife-Fernando de Noronha foi incluída no calendário oficial de eventos de Pernambuco e ainda tivemos um aumento de 25% no número de inscritos. É a força da maior regata oceânica da América Latina. Estamos realizando um evento completo que começou no último domingo (23), com a feijoada, e segue até a próxima quinta-feira (4), com a Sunset de Despedida, no Forte Nossa Senhora dos Remédios. Temos a certeza de que esta edição da Refeno será histórica”, comemorou o Comodoro do Cabanga, Delmiro Gouveia.  
 
GRUPOS DE PARTIDA
Com o objetivo de agrupar os barcos de acordo com suas características e desempenho, a organização da Refeno separou a partida das embarcações por grupos. Os prováveis Fita Azul largarão no último grupo, às 13h. Confira os horários das largadas por classes:
 
GRUPO VERDE (12h)
KAT
ENDURANCE
GLASNOST III
YARA III
ENTRE PÓLOS
VELEIRO CABOGES 
J ONE
AUDAZ
RS1
ZENITH
MATAJUSI
TUCANNUS II
SEM FIM
OCEAN SPIRIT
YAKARE
ARRIBASAIA
VALE DO AVE – TORO
ANAKENA
 
GRUPO VERMELHO (12h30)
UKIUKIU NUI
AYA
ZEN 5
SOTURI
GLADIADOR I
PLANKTON MC
YAREBE
ATREVIDO
MARIA ANTONIA
TUTATIS
TEDESCO
MUSSULO III ANGOLA CABLES
BATUTA
MARUJO’S / Z6 NAUTICA
VMAX 3
MADAME
BOLERO II
VENTANIA
AVATAR
SPECTRA
PANDA
LAMPIÃO
LABADEE 
NEMOS
VELEIRO ECOS
CHARADA
NANDU
 
GRUPO AMARELO (13h)
TANA
TRANQUILIDADE
PINGUIN
ALGO+
JAHU2
KAKAMAUMAU
CIRANDA
ZEN – IKEWAI – EKAUT
AVOADOR ²
JAHÚ
PATORUZÚ-CTVIAGENS
DADU
SEUGUGU
PAPANGU
AVENTUREIRO 3
A TRAVESSIA
 
PERNAMBUCO
Pernambuco será representado por 16 embarcações. A grande favorita é a embarcação Patoruzú, comandada por Higinio Luís Marinsalta. As demais embarcações do Estado são: Algo+, Avatar, Aventureiro 3, Avoador 2, Bolero II, Ciranda, Glasnost III, Jahu II, Kakamaumau, Lampião, Papangu, Tana, Vale do Ave – Toro, Yakare e Zen – Ikewai – Ekaut.

ATUAL CAMPEÃO
Em 2017, o Camiranga conquistou o Troféu Fita Azul da Refeno pelo quarto ano seguido, com direito a quebra do próprio recorde entre os barcos monocascos. A embarcação comandada por Samuel Albrecht completou a travessia de 292 milhas náuticas (545 quilômetros) em 19h03min18s.

AÇÃO SOCIAL
O cunho social também é uma preocupação do Cabanga na chegada ao Arquipélago. E, em 2018, as ações serão ampliadas. Entre os dias 1º e 4 de outubro, os comandantes e tripulantes da Refeno, que são médicos e advogados, realizarão atendimentos voluntários de suporte básico à vida, saúde (Oncologia, ortodontia, dermatologia e nutrologia), atendimento jurídico, realizadas na Escola Estadual Fernando de Noronha, Hospital São Lucas, Creche Bem-me-quer, UBS Dois Irmãos e Conselho Distrital. 

O Cabanga Iate Clube de Pernambuco também oferecerá aulas de Vela para as crianças de Fernando de Noronha. A professora Edna Melo será a responsável pelos ensinamentos à garotada, na Praia do Porto. Podem se inscrever crianças com idades entre 9 e 14 anos.


ACESSIBILIDADE
A Regata Recife-Fernando de Noronha é, antes de uma competição, um grande evento de inclusão, convivência, solidariedade e de grandes exemplos. A cada ano uma nova lição é aprendida e histórias de superação são contadas. Em 2018, a Refeno terá um foco total na acessibilidade. Tanto é que o cadeirante Rodrigo Siqueira e o cego Diego Teixeira vão estrear na Refeno nos barcos Toro e Avatar, respectivamente.
 
RESULTADOS ANTERIORES
 
HISTÓRICO
A Regata Internacional Recife – Fernando de Noronha (Refeno) atrai, todos os anos, competidores do Brasil e de várias partes do mundo. E não é difícil entender o porquê. O mar, o vento e o clima de Pernambuco são ideais para a navegação. E as paisagens, tanto na partida quanto na chegada, são encantadoras.

Todos os anos, os barcos partem do Marco Zero, ponto central do Recife e seguem com destino a Fernando de Noronha, ilha oceânica de águas cristalinas, onde é possível encontrar natureza pura, com golfinhos e atobás fazendo a festa dos visitantes.

Criada em 1986, a Refeno é considerada a primeira regata oceânica do país. O atual recorde é do veleiro Adrenalina Pura, da Bahia, com o comandante Georg Ehrensperger, que conquistou a marca de 14h34min54, em 2007.

PATROCINADORES
A Refeno 2018 conta com o patrocínio da Ekäut Cervejaria Artesanal, além dos apoios da Administração de Fernando de Noronha, Prefeitura do Recife, Capitania dos Portos de Pernambuco, 3º Distrito Naval, Parque Marinho de Fernando de Noronha, ICMBio, Porto do Recife, AD Diper, Agemar, Biapó, Armazéns do Porto, DryUp, Hotel Luzeiros, Porto Novo e Spot.