Primeiro encontro, aberto ao público, acontece no dia 25 de abril e irá debater os impactos da ação do homem na biodiversidade marinha

No próximo dia 25 de abril, às 19h, a Aliança Francesa e o Instituto Francês do Brasil, representado no Consulado Geral da França no Recife, em parceira com o projeto LMI Tapioca, promovem a primeira edição do Café Científico, série de eventos que visa estreitar os laços e promover o debate sobre a biodiversidade entre pesquisadores brasileiros e franceses.

O LMI Tapioca é uma iniciativa conjunta do Institut de Recherche pour le Développement (IRD/France), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), formada por cientistas de várias disciplinas – da física à pesca – trabalhando juntos para entender melhor o ecossistema marinho do Norte/Nordeste brasileiro.

No primeiro encontro do Café Científico, será discutido o tema “Biodiversidade marinha”. O debate será encabeçado pelos pesquisadores Leandro Nole Eduardo, doutorando da UFRPE, e Arnaud Bertrand, diretor de pesquisa do IRD e professor visitante na UFPE e UFRPE.

Os cientistas irão apresentar alguns dados já compilados através de várias expedições oceanográficas realizadas pelo grupo de pesquisa franco-brasileiro. “Além disso, iremos debater o impacto da ação humana na biodiversidade, que, por sua vez, tem consequências para o homem e até mesmo para o clima”, explica Arnaud.

O evento, que é aberto ao público e gratuito, acontece no auditório da Aliança Francesa Recife, na Rua Amaro Bezerra, nº 466, Derby. Informações pelo e-mailrecepcaoderby@af.rec.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *