Campanha conscientiza a população sobre a prevenção da cegueira que tem atingido 70 milhões de pessoas em todo mundo, segundo a ONU

No mês de abril comemora-se o “Abril Marrom”, campanha para conscientizar a população sobre a prevenção da cegueira – diagnóstico, tratamento precoce e reabilitação. De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), o transtorno afeta cerca de 70 milhões de pessoas em todo o mundo. Já no Brasil existem cerca de 1,2 milhões de brasileiros cegos, segundo dados do Conselho Brasileiro de Oftalmologia.

No entanto, cerca de 80% das doenças oculares que causam cegueiras são tratáveis, ou seja, se a pessoa tivesse um diagnóstico e tratamento precoce talvez não estaria sofrendo do transtorno. A oftalmologista Ana Catarina Delgado, membro da Sociedade de Oftalmologia de Pernambuco (SOPE), destaca as principais doenças que podem gerar a cegueira: “A catarata, que é reversível, e o glaucoma, que é irreversível”, diz a especialista.

A catarata é a doença que mais causa cegueira no mundo, porém ela é tratável cirurgicamente e pode recuperar a visão em qualquer estágio, mesmo se a pessoa já tiver ficado cega. Já o glaucoma, segunda maior causa de cegueira no mundo, é um dos distúrbios mais traiçoeiros da oftalmologia por afetar a visão lentamente e raramente apresentar sintomas.

“A catarata é feito cabelo branco, ruga, marca de expressão, todo mundo vai ter um dia, seja mais cedo ou mais tarde. Normalmente a doença acontece a partir dos 50/55 anos quando a pessoa passa a perceber que não consegue ver como antes, mesmo com os óculos. Ou seja, quando começa a incomodar com a vista borrada e falta de nitidez é hora de operar, assim evitando a cegueira”, alerta a médica.

No caso do glaucoma, Dra. Ana Catarina explica como o transtorno pode levar o paciente a cegueira. “As pessoas não sabem que tem glaucoma, pois a doença não tem sintomas. É no silêncio que ela mata os nervos dos olhos. Por isso que não tem como mudar o quadro do paciente”, diz.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), as principais causas de cegueira no Brasil são catarata, glaucoma, retinopatia diabética, cegueira infantil e degeneração macular.

Outra alerta que Dra. Ana Catarina faz é que as pessoas precisam ir ao oftalmologista pelo menos uma vez por ano para que faça uma avaliação e não ir ao médico quando já perdera parte da visão. Neste momento, o problema já está em estado avançado e os tratamentos nem sempre recuperam a vista. Esta é a única forma de descobrir precocemente as doenças e evitar a cegueira.

Além de todo o mês de abril, no dia de 10 de julho é lembrado como o Dia da Saúde Ocular. A data tem como objetivo orientar sobre a necessidade de acompanhamento médico para diagnosticar doenças silenciosas e evitar a cegueira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *