Empresário fala de ensinamentos do jogo que podem ser aplicados na hora de encarar o desafio de empreender

O xadrez surgiu na Índia no século VI e, além de ser um dos jogos de tabuleiro mais populares do mundo, traz grandes ensinamentos, inclusive para quem deseja abrir o próprio negócio. Os movimentos calculados para chegar ao desejado xeque-mate no rei do adversário inspiram estratégias na hora de empreender. 

“Abrir um negócio e ter sucesso exige várias habilidades e o xadrez ensina muito sobre isso. Pode parecer apenas entretenimento, mas o jogo ajuda a ter foco, disciplina, responsabilidade extrema e resiliência, entre outros benefícios importantes para quem busca ser um empresário de sucesso”, afirma Bruno Muniz, sócio-executivo daGaudium, empresa de tecnologia para mobilidade e logística, que fornece aplicativos de transporte de passageiros e de entregas em mais de 1.500 cidades no Brasil.

Entre as lições do jogo, Muniz destaca a importância das visões macro (todo) e micro (detalhes), reconhecimento de padrões, planejamento, além da intuição e do cálculo de variantes que se apresentam no tabuleiro, e que também se aplicam na jornada do empreendedor. “O xadrez exige estratégia, atenção aos detalhes e também a percepção da força relativa das peças em posições. Os bispos gostam de diagonais livres; torres, de colunas abertas. Esse entendimento é relevante para liderar e gerir o ativo mais importante das empresas: as pessoas e suas aptidões. Não adianta colocar uma torre em uma diagonal aberta se a coluna dela estiver fechada. Um bispo seria melhor”, explica Muniz.

A Gaudium inclusive tem parceria com Rafael Leitão, heptacampeão brasileiro e duas vezes campeão mundial (sub-12 e sub-18) de xadrez, em um projeto chamadoGaudium Xadrez Explicado, em que o campeão recebe enxadristas amadores para jogar uma partida e bater um papo descontraído. Na ocasião, a conversa contempla assuntos como a avaliação de lances segundo a mente de um grande mestre de xadrez, desafios de raciocínio lógico e também a influência do jogo nas vidas profissionais dos convidados.

Além disso, Bruno Muniz indica alguns filmes e séries inspiradores que têm suas tramas centradas no xadrez. Confira:

O Gambito da Rainha

Baseada em um livro com o mesmo nome, a série conta a história de Elizabeth Harmon, uma garota que conhece o xadrez no orfanato em que vive e acaba virando um fenômeno do jogo ainda criança. Já adulta, Elizabeth precisa enfrentar alguns vícios para se tornar a maior jogadora do mundo. Disponível na Netflix.

Partida Fria

O filme se passa durante a crise dos mísseis de Cuba (1962). Joshua Mansky, um gênio da matemática, é convocado pelo governo dos Estados Unidos para representar o país em uma partida de xadrez contra os soviéticos. O desafio, contudo, faz parte de um jogo de espionagem. Disponível na Netflix.

A Chance de Fahim 

O filme francês narra a história de Fahim e seu pai Ruman, que precisam fugir de Bangladesh. Pai e filho enfrentam diversos obstáculos para conseguir asilo político em Paris. Fahim possui talento para o xadrez e acaba conhecendo Sylvain, um dos melhores treinadores da França. Porém, quando inicia o Campeonato Nacional, surge a ameaça de deportação de estrangeiros. O único jeito do menino não ser deportado é ganhando a competição. Disponível no Telecine Play.

O Dono do Jogo

O longa-metragem biográfico conta a história de Bobby Fischer, um fenômeno do xadrez. Cansado de não ter adversários do seu nível, Fischer desafia Boris Spassky, soviético considerado invencível no jogo, para um confronto no campeonato mundial, em 1972, em plena Guerra Fria.

Lances Inocentes 

O filme de 1993 faz um relato real da história de Josh Waitzkin, garoto fã de xadrez que observa adultos jogando e se torna um talento. O pai de Josh, depois de ver a aptidão do filho, começa a inscrevê-lo em torneios, mas a obsessão do pai para que ele vire um campeão acaba distanciando os dois.

Sobre a Gaudium

A Gaudium, dona da Machine, é uma empresa de tecnologia criada em 2011 pelo cientista da computação Bruno Muniz e pelo engenheiro Ricardo Góes. Hoje, a startup é focada nos mercados de mobilidade e logística, possui o selo Great Place to Work e já participou de dois Programas de Aceleração Scale Up da Endeavor. Além da Machine, a empresa é dona do Conecta, portal de conteúdo e educação sobre mobilidade e logística, e do Mr. Frete, um site de busca por empresas de motoboy.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.